Projetos e pessoas extraordinárias que estão a mudar o mundo


Navigation Menu+

FINTAR O CRIME

     Out 3, 2014

image-4-by-ana-luisa-figueredo-vertical-gym-chacao-venezuela (800x557)

Como um pavilhão polidesportivo pode tirar os jovens das ruas e ajudar a combater a violência.

No ano passado, 2013, a Venezuela foi classificada como o país mais inseguro do mundo pela empresa de sondagens Americana Gallup. 20 mil pessoas são assassinadas todos os anos na capital Venezuelana, onde vivem seis milhões de pessoas, 60% das quais em favelas. As Nações Unidas sublinham que os números da criminalidade se devem ao contexto político e económico vivido na nação.

 

Nos últimos anos, um forte investimento em programas sociais levou a uma diminuição da pobreza extrema de 50%, em 1999, para 27%, em 2011, e consequentemente da criminalidade.

 

Um dos projetos criados nesse contexto foi o pavilhão vertical do Barrio La Cruz, fundado há 11 anos em Caracas e hoje presente também em São Paulo, Nova Iorque e Zurique. Trata-se de um pavilhão multidesportos com 4 mil metros quadrados distribuídos por vários andares que acolhe diversas modalidades – futsal, basquetebol, voleibol -, artes marciais, desportos aquáticos, e conta ainda com uma pista de atletismo. O espaço, projetado pelo ateliê de arquitetura ativista Urban Think-Tank, pode ser montado em apenas quatro meses.

O ginásio recebe todos os meses 15 mil visitantes e visa promover valores como o fair play, a tolerância e o sentido de comunidade para que os jovens compitam no contexto da prática desportiva “e não em violentas lutas de rua”, diz a Urban Think-Tank.

Esta iniciativa é, pois, um exemplo vivo do conceito de arquitetura social, cujo foco deixa de ser apenas o edifício e passa também a ser a população e as suas reais necessidades.

VEJA TAMBÉM

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

IM Magazine reserves the right to approve all comments.
Ofensive comments will not be accepted.