Projetos e pessoas extraordinárias que estão a mudar o mundo


Navigation Menu+

PORQUE É QUE A FELICIDADE DEVERIA SER O SEU MODELO DE NEGÓCIO

Written by Laurence McCahill      Jan 30, 2015

portrait_travel-9 (800x532)

Há uma nova raça de empresários em busca dos seus sonhos – sonhos que colocam as pessoas e a felicidade em primeiro plano. Mas o que é notável é como, ao fazerem essa escolha, estas empresas estão a tornar-se altamente rentáveis.

O ano passado assistiu-se a um surto gigante de startups em todo o Reino Unido. A campanha Startup Britain estima que tenham sido criados 460 mil negócios nos últimos 12 meses, mas apenas 25% mantiveram-se em funcionamento um ano após a sua criação. A questão debaixo da língua de cada jovem empresário é:

 

“Qual o segredo para criar uma empresa de sucesso?”

 

Bem, pensamos ter a resposta… a Zappos conseguiu-o. A Southwest Airlines conseguiu-o, e cada vez mais startups estão a seguir as suas pisadas.

 

Elas estão a fazer da felicidade o seu modelo de negócio.

 

Sim, ouviu bem.


Há uma nova geração de empresários a colocar a felicidade à frente dos lucros. Mas o que é notável é como, ao fazerem essa escolha, estas empresas estão a tornar-se altamente rentáveis. Ao colocar a felicidade dos seus funcionários e clientes em primeiro lugar, eles criaram culturas incrivelmente fortes e um relatório de contas ainda mais risonho.


Por isso, se você é uma dessas pessoas que se estão a estabelecer no mundo do empreendedorismo, vale a pena dedicar algum tempo a definir aquilo que o faz feliz, pois isso dará à sua startup pilares mais sólidos. Empresários felizes são a componente mais essencial de startups felizes.



1-q_FhZobTuaZj3HBDBD0UFw
 

A felicidade nos negócios começa com a paixão.


Passamos grande parte do nosso tempo no trabalho. É uma parte representativa de quem somos, por isso é importante que, independentemente de como estejamos a ganhar a vida, possamos desfrutar daquilo que fazemos. Ao descobrir e seguir a sua paixão, estará a contribuir para dar um verdadeiro sentido à sua vida e carisma ao seu negócio. O caminho para um negócio rentável começa por reconhecer onde está a sua paixão. E não se limite a pensar “De que é eu gosto?”, pense também: “Quais são os problemas que precisam de solução e que me entusiasmam?”

 

1-1tJ39n5osk35R5dPR3h4FQ

 

É vital ao progresso da sua startup que esteja envolvido de alma e coração no problema que está a tentar resolver. Afinal, você provavelmente dedicar-lhe-á bastantes anos da sua vida e algumas longas horas, por isso é vital que você esteja comprometido com aquilo que está a fazer. Caso não esteja isso notar-se-á – na sua capacidade de motivar os outros e a si próprio, na qualidade do seu trabalho ou produto e nas relações que construir com os seus clientes.

 

Felicidade e eficácia

Tire um segundo para pensar em como é o seu trabalho quando não está contente, quando se sente em baixo, ansioso ou stressado. É criativo? Tem inspiração? Motivação? Está envolvido no que está a fazer? A sua produtividade está no máximo?

 

A nossa capacidade para dar o máximo diminui quando nos sentimos stressados ou sob pressão. Não podemos tomar decisões conscientemente ou trabalhar com todo o nosso potencial.

 

Agora pense ao contrário. Quando está contente como trabalha? Está cheio de energia, sente-se criativo e otimista em relação aos resultados? Mais resiliente e persistente quando sofre contratempos?

 

Os nossos cérebros ficam mais despertos, abertos a ideias e à inovação quando estamos contentes, deixando-nos trabalhar com todo o nosso potencial. É uma receita para a produtividade que é mais facilmente seguida por aqueles cuja ideia de negócio gravita em torno de algo em que acreditam.

 

“Se os funcionários forem bem tratados eles tratam bem o mundo lá fora, o mundo lá fora usa o produto da empresa de novo e isso faz os acionistas felizes.” – Herb Kelleher, Southwest Airlines

 

 1-1tJ39n5osk35R5dPR3h4FQ

 

Funcionários felizes=Clientes felizes

Os estudos comprovam que equipas felizes são mais criativas, produtivas e efetivas. Pense nisso por um instante. Funcionários felizes são uma presença mais agradável, gostam de fazer os seus clientes felizes e por conseguinte trabalham mais arduamente para o conseguirem. Clientes felizes gastam mais dinheiro, são mais leais a uma marca e falam dela aos seus amigos e família. É um plano de marketing em si mesmo. Além disso, enquanto fundador de uma empresa, trabalhar com pessoas que gosta num negócio em que acredita significa que todos nós podem trabalhar em conjunto em prol de um fim comum e com sentido.

 

0-yNuMJu3tIz3Hx7hx

 

Então, quem está a bordo do autocarro feliz?

Assim como diversas empresas (Moo.com, Zappos, Innocent Drinks, etc…), também vemos um movimento de indivíduos que querem começar um negócio primeiro enquanto opção de vida e em segundo lugar para ganharem dinheiro. Estes novos empresários estão a escolher fazer as coisas de modo diferente por várias razões que podem incluir:


– Passar mais tempo a fazer aquilo de que gostam
– Passar mais tempo com aqueles que amam (família, amigos)
– Flexibilidade paras fazer melhores opções de vida (para poderem fazer a diferença no mundo)
– Resolver problemas que vejam que precisam de ser enfrentados
– Capacidade para escolher o ambiente em que trabalham, com pessoas de quem gostem.

 

Como pode intervir?

Comece com o seguinte processo de 3 passos para fazer da felicidade o seu modelo de negócios:

 

1) Defina a sua ideia de sucesso

Antes de se lançar na rota do empreendedorismo, é vital considerar a razão pela qual está nela. Seja qual for a sua ideia de sucesso, é provavelmente onde você não está agora. Dedique mesmo algum tempo a pensar no seu grande objetivo. Tente concentrar-se no estilo de vida que quer e na mudança que quer operar, e não nos números de que precisa (que virão). A felicidade deve ser o seu ponto de partida para o sucesso. Considere também o impacto, o legado, as relações e a entidade subvalorizada que é o tempo.

 

“Divirta-se, faça o bem e o dinheiro virá.” – Richard Branson

 

2) Defina o DNA da sua startup

Acreditamos que pode lançar as bases do sucesso definindo com precisão quem você é e aquilo em que acredita – os seus valores, a sua paixão e o seu propósito. Na The Happy Startup School acreditamos que a paixão triunfa em qualquer tipo de experiência empresarial. Definir a sua paixão é o que o levará ao sucesso – afinal, se você não for apaixonado pelo seu negócio mais ninguém será. Essa paixão ajudá-lo-á a definir o propósito do seu negócio e ajudará as pessoas a aderir à sua causa.

 

Em vez de relegar o seu verdadeiro eu para os tempos livres, terá fins-de-semana de 7 dias! Criará um ambiente contagiosamente feliz no seio das pessoas à sua volta, com um efeito positivo quer na produtividade, quer nos lucros. Ter um propósito claro ajudará as pessoas a saber o porquê da sua existência, dando à sua marca maior resiliência e à sua empresa uma razão de existir. Também o ajudará a tomar decisões com maior rapidez. Desenvolvemos o modelo da startup feliz para o ajudar a lançar algumas bases do que será a sua empresa.

 

3) Testar ideias e experimentá-las com diferentes modelos de negócio

Vá sem medo onde alguém jamais conseguiu ir. Há centenas de desafios ainda por resolver e você tem a oportunidade cativante de criar um negócio em torno do seu objetivo. É só uma questão de testar ideias diferentes e criar algum “acaso planeado”. Ao explorar diferentes modelos de negócio e nichos à volta de alguns constrangimentos-chave (a sua paixão, propósito e valores), acreditamos piamente que fará a sua própria sorte (para mais informação, leia acerca da efetivação).

 

Se leu isto e é um desses 460 mil empresários estabelecidos no Reino Unido no ano passado (ou está prestes a sê-lo este ano), lembre-se de que está no lugar do condutor. Tome o controlo da sua vida e ajude a dar aos negócios uma boa reputação.

 

Startups felizes são sinónimo de um mundo mais feliz – algo em que acreditamos.

VEJA TAMBÉM

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

IM Magazine reserves the right to approve all comments.
Ofensive comments will not be accepted.