Projetos e pessoas extraordinárias que estão a mudar o mundo


Navigation Menu+

O PRINCÍPIO DA INTUIÇÃO (PARTE II)

Written by Angela Artemis      Jul 25, 2019

photo-1429637119272-20043840c013

O que é uma vida inspirada pela intuição?

Viver inspirado pela intuição é estar alinhado com a sua sabedoria intuitiva. Quando estamos alinhados com esta sabedoria, vivemos naturalmente em função de atividades que valorizem a nossa autenticidade. O nosso caminho e propósito tornam-se claros quando deixamos que seja a intuição a guiar-nos. O pensamento convencional já não nos controla; em vez disso, somos convidados a partilhar os nossos verdadeiros talentos e dons com o mundo ao serviço do amor.

 

Ao regermos as nossas vidas por esta sabedoria, ativamos um esquema que estava latente desde o nosso nascimento. Este esquema contém o nosso verdadeiro potencial e revela a rota que temos de tomar para recordarmos a missão para a qual fomos escolhidos. Ao dedicarmos as nossas vidas a esta missão, a esta orientação, vemos os obstáculos que nos prenderam no passado serem derrubados. Vemos respostas para as perguntas que tinhamos feito, e toda a incerteza que possamos ter experimentado perante o que é viver neste novo paradigma desaparece.

 

A viagem que empreendemos para cumprirmos a nossa missão reconecta-nos com a nossa alegria de viver e autenticidade. Rendemo-nos e deixamos a vida fluir em nós e levar-nos a dar os próximos passos facilmente e sem esforço. Somos contagiados com uma energia que nos acorrenta e vem de uma fonte inesgotável. E essa energia vital faz-nos passar por cima das lombas na estrada e avançar para os próximos passos da nossa aventura. A fruição da alegria que recebemos por nos reconectarmos com os nossos verdadeiros eus inspira-nos a viver na plenitude do nosso potencial e da nossa grandiosidade; nós, em troca, inspiramos os outros a reconectarem-se com a sua sabedoria intuitiva.

 

Ao vivermos cada dia totalmente conectados à nossa sabedoria intuitiva, conseguimos mais do que aquilo que alguma vez imaginámos. A viagem leva-nos para estradas que nunca imaginámos percorrer. Damos por nós a desfrutar das nossas vidas como nunca. Renunciamos aos fardos emocionais que nos asfixiavam – que nos impediam de viver a viver em pleno. O resultado é que deixamos de nos preocupar tanto e tornamo-nos mais divertidos e abertos a esta inspiração divina. Ao nos libertamos da necessidade de controlar tudo e seguirmos a corrente, descobriremos que já não temos de sair para “conseguir” as coisas que desejamos da vida; em vez disso, elas vêm ter connosco e surgem nas nossas vidas quando são precisas. Ao nos alinharmos com a nossa intuição, estamos a reconhecer a sabedoria que criou o Universo e o nosso propósito original. É esta harmonia que traz o mundo até nós.

 

Como a sua intuição traz o mundo e os seus sonhos até si

intuition_4pt

 

Quando aprendemos a partir em busca de respostas e orientação, estamos a aceder à fonte do nosso grande poder e de tudo o que existe na Natureza. Este poder governa tudo no Universo inteiro. Sem ele para nos agitar, o nosso corpo não é senão uma concha sem vida.

 

A Inteligência Superior é um sistema organizado cuja única diretiva é a multiplicação de toda a forma de vida. Se o que fazemos serve de suporte à vida na Terra, o Universo está programado para responder de um só modo: apoiando-o. Quando estamos no caminho certo, encontrámos a nossa razão de viver, e a usamos para ajudar outros a prosperar, estamos em sintonia com a grande diretiva do Universo. A Inteligência Superior conspira para o ajudar, porque as suas ações apoiam o objetivo do Universo. Quando partilhamos os nossos dons e talentos ao serviço do amor pelo Mundo, não só a Inteligência Superior abre caminho ao o ajudar, como também preenche a sua vida com verdadeira alegria, realização e riqueza.

 

Uma vez alinhados com este poder, também descobrimos, ou “recordamos”, o nosso verdadeiro propósito; o mundo acontece simplesmente porque estamos nos trilhos em relação ao esquema que está traçado para as nossas vidas. O esquema contém uma estrutura para as experiências que iremos aprender e das quais iremos tirar partido. Quando seguimos um calendário baseado neste esquema, o mundo parece concorrer para nós; parece que estamos sempre no lugar certo na altura certa. Tudo o que está realmente a acontecer é que surgimos no posto de entrega previsto. O objetivo do encontro com a nossa intuição é reconectarmo-nos com a nossa missão e então começar a surgir nos locais e eventos que concretizam o nosso propósito.

 

Por que outro motivo nos sentiríamos tão bem em determinados lugares e com determinadas pessoas que nunca vimos na vida?

 

Quantas vezes conheceu alguém e sentiu que já se conheciam há muito tempo? Quando acontece, é porque está previsto acontecer. Você apareceu no lugar certo na altura certa de acordo com o esquema da sua vida.

 

Quando as nossas vidas estão repletas de discórdia e desarmonia, é simplesmente porque estamos desalinhados com o nosso propósito. Parámos de seguir o esquema e agora estamos perdidos. Quando mergulharmos e deixarmos o Universo conduzir a nossa viagem, encontraremos o nosso caminho e voltaremos ao caminho certo. E algo parecido com um “milagre” e afortunadas e significativas coincidências surgirá.

 


O ingrediente secreto da vida

intuition_5pt

As pessoas que vivem a sua paixão e encontraram o seu propósito têm normalmente vidas extraordinárias. Parecem ser abençoadas, ou ter uma aura ou energia especial em torno da qual os outros gravitam. Olhamo-las com espanto, porque elas conseguem toda a classe de coisas maravilhosas com que sempre sonhámos. Elas têm aquilo a que chamo “fator fábula”: um resultado direto de se ligarem e viverem as suas vidas de acordo com o plano a que estavam destinadas. Elas ativaram o seu potencial e estavam viver na plenitude do mesmo. Estão a viver as suas vidas por um propósito e isso nota-se. Tudo lhes parece cair do céu. Quando encontram “nuvens negras”, encontram também algures as respostas ou a ajuda de que precisam para as afastarem e encontrarem o “lado bom” em cada experiência. Também você pode ter este aspeto sensacional na sua vida, se ouvir a sua intuição e encarreirar a sua vida, seguindo o caminho que é suposto seguir.

 intuition_6pt


É altura de um Quiz!


Provavelmente, você é mais intuitivo do que julga!

 


Faça o quiz e saiba quão intuitivo é:

1. Sabe sempre quem está do outro lado da linha mesmo antes de atender o telefone?
2. Costuma pressentir as coisas antes de elas acontecerem?
3. Já aconteceu ouvir vozes, ou o seu nome, mesmo antes de adormecer ou acordar?
4. Sente que sabe sempre o que aquela pessoa vai dizer ou que consegue terminar as suas frases?
5. Alguma vez teve borboletas no estômago sem motivo e depois soube que algo tinha acontecido e essa sensação passou?
6. Considera-se uma pessoa de sorte? Costuma ser bem-sucedido?
7. Durante o sono, alguma vez sentiu um abalo ou teve a sensação de cair na cama?
8. Acontece-lhe encontrar respostas para certos problemas durante o duche ou um passeio na Natureza?
9. Os seus sonhos costumam fornecer-lhe informação ou resolver os seus problemas?
10. Já alguma vez sonho ou teve uma premonição em relação a um evento futuro que mais tarde ocorreu?
11. Alguma vez “ouviu” a resposta a um problema?
12. Prefere abdicar de instruções ao montar alguma coisa e consegue fazê-lo com êxito?
13. Costuma sentir um zumbido, formigueiro ou uma comichão na testa?
14. Está constantemente a produzir ideias para projetos e a criar ocupações?
15. Prefere ir pelo caminho mais difícil, em vez de fazer as coisas de um modo convencional?
16. Alguma teve uma visão de alguma coisa, de um acontecimento, antes de este se concretizar?
17. Tem vibrações sobre pessoas que depois se vêm a confirmar?
18. Tem um dom invulgar para encontrar um caminho sem mapas nem GPSs?
19. Tem uma certa fé ou confiança em que tudo vai correr bem, aconteça o que acontecer?
20. Costuma captar as emoções das pessoas à sua volta?

Dê cinco pontos a cada resposta afirmativa.


Se somou:

0–25: Talvez esteja a viver demasiado na sua cabeça. Faça todos os exercícios deste livro. É altura de começar a prestar atenção aos sinais intuitivos que recebe.

26–50: A sua intuição está ativa, mas um pouco de prática com os exercícios do livro podem levá-lo ao próximo nível.

51–70: Provavelmente, tem a noção de que é bastante intuitivo e tem vindo a trabalhar para desenvolver as suas capacidades.

71 e mais: Você é muito sensitivo e podia ser um médium, com alguma prática.

 

E então, que tal se saiu? Precisa de melhorar ou já está “lá”? Independentemente do resultado, lendo e fazendo exercícios, irá estar aberto a receber alguma orientação intuitiva.

 

 —

Angela Artemis trabalha com coaches que a procuram para poderem obter melhores resultados, sendo mais autênticos e autoconfiantes. Para saber mais sobre ela. clique aqui.

VEJA TAMBÉM

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

IM Magazine reserves the right to approve all comments.
Ofensive comments will not be accepted.