Projetos e pessoas extraordinárias que estão a mudar o mundo


Navigation Menu+

BAFATÁ MISTI MAS IAGU

     Set 26, 2014

© Ralph Kiesewetter

O projeto que leva água potável a 15 mil pessoas.

Bafatá Misti Mas Iagu ou Bafatá quer água, em português, é o projeto que se propõe  fazer o que o próprio nome indica: levar água a Bafatá, região no centro-norte da Guiné-Bissau. A 24 de Setembro de 2014, dia que coincide com a celebração da Independência da Guiné-Bissau, é lançado o teaser do projeto.

 

Aquela que é conhecida como a segunda capital do país é, pois, o foco central de todo o projeto, cuja duração ronda os 30 meses – desde 2012 até finais de Dezembro do presente ano. Esta iniciativa conta com um investimento de 751 mil e 796 euros, pela União Europeia e o Instituto da Cooperação e da Língua, e tem como propósito final “permitir o acesso sustentável a fonte melhorada de água na cidade” – assim explica Ana Margarida Pedro, Coordenadora de Marketing e Comunicação da iniciativa.

 

Ainda segundo a organização, os resultados esperados prevêem uma maior “autonomia e liderança do abastecimento de água” por parte dos habitantes visados e “a reabilitação e expansão das infraestruturas de quatro bairros” da cidade. Um outro objetivo que esperam alcançar remete para uma mudança de práticas no que respeita à higiene, saúde pública e mesmo ao pagamento do serviço de abastecimento – este último a ser concretizado através da campanha Promoção de Higiene e Princípio Consumidor-Pagador.

 

A organização TESE Sem Fronteiras; a Associação de Saneamento Básico Proteção da Água e Ambiente de Bafatá (ASPAAB); a Agência Holandesa de Desenvolvimento (SNV); a Empresa Portuguesa das Águas Livres (EPAL); e a Delegacia Regional de Recursos Hídricos de Bafatá (DRRH-B) são os principais responsáveis pelo desenvolvimento do projeto Bafatá Misti Mas Iagu que também já conta com um documentário.

 

VEJA TAMBÉM

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

IM Magazine reserves the right to approve all comments.
Ofensive comments will not be accepted.