Projetos e pessoas extraordinárias que estão a mudar o mundo


Navigation Menu+

OBJETIVOS QUEREM-SE S.M.A.R.T.

Written by Cristiana Pereira      Jul 30, 2015

carianoff_3

Como definir objetivos?

op1_smart

Objetivos. Metas. Qual a importância deles? Tanto na vida pessoal, como na vida profissional vivemos numa era bastante focada na definição de objetivos e com a ideia de que, para se ser bem-sucedido, eficaz e produtivo, é impreterível ter objetivos bem claros e definidos.


Os objetivos são essenciais, já que proporcionam uma orientação geral e um propósito de vida, estimulando a ação no sentido de os tentar alcançar. O foco nos objetivos propicia uma orientação para a solução, ao contrário do foco no problema. Por outras palavras, uma vez que se consiga definir o problema, o foco no objetivo permite ultrapassar a situação, possibilitando encontrar a solução de forma estruturada.


Apesar do seu valor óbvio, a experiência com objetivos tem mostrado que algumas pessoas são boas na sua definição e na sua concretização, atingindo ótimos resultados. Mas, e se a sua definição falhar? Existem muitas razões pelas quais os objetivos não são alcançados.

 

Por vezes, os objetivos estabelecidos são irrealistas, como por exemplo, as resoluções de Ano Novo ou quando é esperada uma mudança repentina nos hábitos alimentares ou em relação à prática de exercício físico. É como perspetivar correr uma maratona sem muitos meses de treino, pois estes objetivos são baseados na ilusão e não têm em conta o desenvolvimento natural.

 

Então, como se podem definir e alcançar objetivos?

op2_smartComo definir os objetivos


– Um objetivo é algo detalhado e concreto que define o que se está a tentar atingir, quer no campo profissional, quer no campo pessoal. Por outras palavras, os objetivos identificam algo que se deseja alcançar, ou seja, criam uma visão orientada para o futuro.

– Os objetivos devem ter um enorme nível de detalhe de modo a que o seu sucesso seja facilmente mensurável. Estes deverão contemplar os resultados a serem alcançados num determinado período de tempo, para que todos os esforços se dirijam para um mesmo fim.

 

Desta forma, pode dizer-se que os objetivos têm as seguintes funções:

 

– Definem uma situação futura e servem de guia para o planeamento das ações a efetuar;

– Justificam as atividades de todos os envolvidos para atingir uma determinada meta;

– Servem para avaliar as ações, a eficiência e a produtividade individual.

 

Características dos objetivos


Os objetivos devem reunir determinadas caraterísticas de modo a serem úteis para atingir uma meta definida. A sigla S.M.A.R.T. para a definição de objetivos já é bastante conhecida. Esta significa que os objetivos devem ser Específicos (Specific), Mensuráveis (Measurable), Alcançáveis (Attainable), Realistas (Realistic) e Temporizáveis (Time).

 

Porém, conhecer somente a tradução de cada letra não é suficiente, pois não se desenvolve um raciocínio mais amplo do que realmente significa o conceito. Por isso, o que é que se pretende realmente na definição de um objetivo (profissional ou pessoal) quando se diz que ele deve ser S.M.A.R.T?

 

Específicos – Tem de ser específico a definir o que pretende. Evite formulações vagas como: “quero ser um profissional de sucesso”, “quero perder peso”, “quero ganhar mais dinheiro” ou “quero ser mais feliz”. Antes, pergunte-se a si mesmo: o que quer dizer ser um profissional de sucesso? Em que área exatamente? A fazer o quê? O que irá ver e ouvir quando cumprir o objetivo? O que tem de acontecer para que possa dizer que atingiu o objetivo? Relativamente à perda de peso, perder 100g já é perder peso. Pode dizer que atingiu o seu objetivo? Se não, especifique o que perder peso significa. Que peso quer atingir? Que número de roupa quer vestir? Que imagem quer ter? Como se quer sentir? O mesmo se aplica ao dinheiro. Quanto é que quer ganhar exatamente? E ser mais feliz? O que é que isso quer dizer? O que tem de acontecer para que seja mais feliz? É também importante referir que os critérios usados devem ser significativos para si e não resultado de expectativas de outras pessoas. Os objetivos devem ser importantes para si ou para o conjunto de indivíduos focados em atingir os mesmos objetivos.

 

Mensuráveis – Como é que vai saber que atingiu o seu objetivo? Uma vez definido um objetivo específico, deve estar implícita a forma que irá usar para verificar se este foi alcançado, como por exemplo, respondendo à questão: “o que precisa de acontecer para saber que o atingiu?” Por exemplo, se for o caso da perda de peso, usará uma balança. Para saber se o seu blogue conta com 1000 visitas diárias utiliza as estatísticas do mesmo para o verificar. Se nesta altura não sabe como irá verificar o seu objetivo, significa que não é específico o suficiente, por isso, volte a reformulá-lo.

 

Alcançáveis – Quanto mais ambiciosos forem os objetivos, maior motivação trazem para os atingir. A possibilidade de concretização dos objetivos deve estar presente, ou seja, estes devem ser alcançáveis. Quer isto dizer que os objetivos devem ser propostos em acordo com todos os intervenientes, para que estes estejam motivados a cumprir o desejável. No entanto, certifique-se que tem as capacidades, os recursos e a flexibilidade necessários para atingir o que pretende. As expectativas demasiado elevadas podem ser um duro golpe na sua motivação.

 

Realistas – Muitas vezes o objetivo é possível, mas não é realista. Considerando o realismo, pode colocar as seguintes questões: os indivíduos envolvidos aceitarão perseguir o objetivo? Este objetivo está alinhado com o que pretendo atingir na meta final? Os objetivos não pretendem alcançar metas muito além do que os meios permitem, mas sim, estarem de acordo com a disponibilidade dos recursos presentes. Por outras palavras: torne o projeto exequível e real.

 

Temporizáveis – Refere-se à definição de um prazo, altura em que irá avaliar se atingiu o objetivo a que se propôs. Este ponto é um tanto relativo. Se por um lado é útil, já que motiva o comprometimento com o objetivo sem o protelar indefinidamente, por outro lado, pode gerar a sensação de fracasso no cumprimento da data definida. Neste sentido, quando define um objetivo, há que ter em conta que poderão estar evolvidos outros fatores não controláveis. Por isso, poderá ir ajustando o plano ao longo do tempo à medida que verifica o que resulta ou não.

 

E você, já definiu os seus objetivos? Aproveite para ver este vídeo que resume o porquê de os objetivos se quererem S.M.A.R.T.!

 

Nota sobre a autora: Cristiana Pereira é psicóloga na Oficina de Psicologia.

 

VEJA TAMBÉM

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

IM Magazine reserves the right to approve all comments.
Ofensive comments will not be accepted.